segunda-feira, 18 de abril de 2011

Adeus patolas...

Esta noite entraram cá dois cães que atacaram os patos...

Acabei por soltar os meus cães que os atacaram e espantaram...

Hoje de manhã vi que o Gorbatchov estava mal, acabou por morrer ao fim da manhã e tivemos de o enterrar... Chegámos à conclusão que os patos ja não crescem mais e que mais valia matá-los nós, para comer...

É isso que se está a passar neste momento... A Jorgeta mata-os, o Luís depena-os... Eu fervo a água e não quero nem estar por perto...

Vou ter saudades dos nossos patolas, sempre ao pé de nós, mas a verdade é que eles vieram para casa para serem comidos...

E prontes...

É a lei da vida...

14 comentários:

Nina disse...

Oh!:(

Não gosto dessa lei da vida, mas entendo-a.
bji

Libelinha☆ disse...

Que raio!... A Lei da Vida de vez em quando nos prega partidas!...

Beijinhos ;P

Cacarol disse...

O uso de moluscos gastrópodes (caracóis) para estudos neurobiológicos é vantajoso porque o seu sistema nervoso e comportamentos são intermediários em complexidade quando comparados a outros animais. Os padrões de atividade derivados do sistema nervoso central são modulados por informações periféricas provenientes de vários quimio e mecanorreceptores, os quais desempenham funções importantes na manutenção da homeostase interna. Assim, juntos, elementos centrais e periféricos permitem ao animal modular seu comportamento respiratório de acordo com suas demandas metabólicas. O objetivo deste trabalho originou-se da necessidade da compreensão da atividade respiratória do caracol pulmonado terrestre Megalobulimus abbreviatus, da identificação dos neurônios do sistema nervoso central envolvidos no seu controle, bem como da organização da inervação de uma estrutura-chave envolvida no comportamento respiratório deste animal, o pneumóstoma. Realizou-se a identificação dos neurônios do SNC que controlam o PNEUMÓSTOMA através de marcação retrógrada pelo nervo parietal posterior direito com cloreto de cobalto e biocitina; a descrição da morfologia e da histologia da região do PNEUMÓSTOMA, assim como a análise da presença de monoaminas, atividade acetilcolinesterásica e de imunorreatividade a FMRF-amida nesta região. Também foi realizada a investigação sobre uma provável relação entre o sistema dopaminérgico, serotoninérgico e peptidérgico com os neurônios identificados por marcação retrógrada nos gânglios nervosos centrais, através da comparação entre os neurônios retrogradamente marcados com neurônios imunorreativos à tirosina hidroxilase, serotonina e FMRF-amida. Neurônios retrogradamente marcados foram encontrados nos gânglios pedais, pleural direito, parietal direito e visceral. Encontrou-se na superfície do tegumento do PNEUÓSTOMA um epitélio constituído de uma única camada de células cilíndricas, com microvilosidades ou cílios como terminação apical, envolvido por uma camada muscular bem desenvolvida. Foi possível verificar que a organização da inervação na região do PNEUMÓSTONA está constituída de uma rede neural para suprir a camada muscular e ramos neurais mais finos que estão mais densamente distribuídos em um plexo na camada epitelial e subepitelial adjacente, onde corpos celulares neuronais foram identificados. A análise do padrão de inervação do PNEUMÓSTONA, juntamente com os dados da comparação entre neurônios retrogradamente marcados e imunorreativos no SNC, permitiu concluir-se que o neuropeptídeo FMRF-amida parece ter uma grande importância na regulação motora da região do PNEUMÓSTOMA, assim como a 5-HT, que provavelmente possui uma função motora ou modulatória nesta região, enquanto que a participação da dopamina no controle respiratório deve ser principalmente sensorial, responsável pelas informações provindas do tegumento do PNEUMÓSTOMA.

tronxa disse...

eu tb nao gosto, nina, mas sou carnivora e embora goste muito de vegetais, nao era capaz de ser vegetariana!!

como eles têm uma boa vida, em que andam á solta e tal, nao me faz muita pena!

bjnhssssssss

tronxa disse...

é verdade libelinha!

e ainda bem que os matámos, pois haviam mais dois feridos e que, pelo menos um deles, nao devia sobreviver ao ferimento, ja que era tao fundo.

bjnhsssssss

tronxa disse...

cacarol...



hein?

:D

Cacarol disse...

Eu gosto de todos os animais,mas vivos...Mas nós temos que comer,não é?

tronxa disse...

é isso, cacarol.

eu tb gosto deles vivos e trato-os o melhor possivel... so que eles estão ca para nos alimentarem.

Salmantina disse...

Pois...È Uma pena ver os bichinhos crescerem e depois ter que os matar.mas, nòs temos que comer e foi pra isso que os compràmos.

Aqui em casa quem mata e depena è o carlos,eu sò vejo o produto acabado,tal qual vem do talho.

Bjihos miga

Neste momento troveja pra caracas e eu gosto pouco,mesmo pouco.

cassamia zaratustra das metamorfoses disse...

... essa é a parte que não consigo :(
tive uma coelha durante dois anos como quem tem um cao ou um gato e desde que ela morreu nunca mais consegui comer coelho... :(
compreendo tudo mas não era capaz
:(

Nuvem disse...

ohhhh
compreendo que seja necessário, e que é a função deles, mas imagino que custe...
pelo menos a mim não me custa comprar um pato morto e depenado no supermercado ou talho, mas comer um que vi crescer acho que ia ser complicado.
mas, como dizes, é a lei da vida
beijocas

tronxa disse...

ca em casa costuma ser o luis, salita, mas afeiçoou-se tanto aos bichos que me pediu para eu pedir á jorgeta para os matar...

ele ajudou a depenar e eu consegui ajudar a tirar as entranhas!!

menos mal, ja que sempre disse qu nao toco neles enquanto sao bicho morto!!!

bjnhsssssssssss

aqui tb trovejou, mas foi la para as 7h... agora ja nao... nem sequer chove!

tronxa disse...

eu tb ja fui assim, cassamia... hoje em dia ja estou mais fria, ja consigo comer os animais que crio!

é uma estupidez ter o espaço, ter as condiçoes e nao aproveitar para gastar menos e comer melhor!

eles andam á solta todo o dia, acho que tem uma existencia feliz, ate ao dia em que sobem ao cadafalso... mas esse momento tb é rapido...

bjnhssssss

tronxa disse...

pois nuvem...

eu tb sempre comprei a carne no supermercado, mas a verdade é que se nos pensarmos na vida que esses animais tiveram... custa bem mais... acredita!!

bjnhssssssssss