sábado, 25 de setembro de 2010

Nova aventura

.
Desta vez na

Ilha da Madeira!!!


Saímos de cá na 3ª feira ao fim do dia, eu, o Luís e a Susana (a minha mais antiga e querida amiga... como tal, a MAIOR!!!).

Avião, viagem muito agradável, com direito a passagem por cima do Porto Santo e das Desertas.

Chegada ao aeroporto, não estava lá nem o carro nem ninguém para nos entregar o dito cujo...

Meia hora depois, já tínhamos ligado 276.987.899 vezes para o telemóvel de serviço, lá apareceu um moço de olhos tortos que nos levou a uma velocidade vertiginosa para a sede da rent-a-car onde o nosso carro nos esperava!

Um Renault Clio de 2006 que, do aeroporto até à residencial e no primeiro dia de viagem, andou sempre em 2ª, pois cada vez que lhe metia uma 3ª ele não andava... ao fim de uns 150kms em 2ª (tanto a subir, como a descer), deve ter saído uma rolha do escape e passámos a ter um carro normal!

Foto tirada do Café Precipício...
Não percebi o porquê do nome...

A residencial era barata, bastante acolhedora e bem localizada, no preço estava incluído a vista para o mar, a vista de ratazanas a passearem no terraço e de baratas voadoras nas paredes das casas em frente. As duas últimas não me incomodavam, visto que vivo no campo e estou habituada a conviver com a bicharada, a primeira era bastante agradável! Jantámos no primeiro dia no restaurante da residencial e gostámos bastante! Comida típica mas com "estilo" e deliciosa!!!

Vista do Cabo Girão...

Foram três dias de passeios que só quem conhece aquela ilha compreende como se pode passar de uma zona litoral, ao nível do mar, para uma altitude de 600 ou mais metros em cerca de 5 minutos de subidas vertiginosas!



Já lá não ia há cerca de 20 anos e posso dizer-vos uma coisa: o Alberto João ficou mesmo com o trauma do bicho da Madeira e pôs-se a furar aquelas montanhas todas!!! A verdade é que hoje em dia se passa de um lado para o outro da ilha (se estivermos com pressa) em cerca de 30 minutos, coisa que há 20 anos atrás levava cerca de 2h...

A ilha parece um queijo Gruyère, mas que a obra foi bem feita, FOI!!!



Aqui é Porto Moniz, uma bela terra, com piscinas naturais!

Claro que eu e a Susana fomos lá parar dentro!!!

Ontem de manhã levantei-me às 6h da manhã para ir, com a Susana, fazer uma caminhada pela Levada do Risco. Valeu bem o esforço!!

Fomos dar a um lugar fenomenal, onde só lá tendo estado se compreende a grandiosidade dele... Não há fotografia que o consiga demonstrar...

A água era uma constante!!!

Esta queda d'água devia ter umas boas centenas de metros!


Fomos à Ponta de S. Lourenço, achei giro as construções de pedras que por lá abundam



e deixámos lá uma da nossa autoria!





Ontem fomos levar o carro à agência e logo nos foram avisando que o avião estava atrasado cerca de 2h... Resultado: o avião que era às 20h10, saiu do aeroporto perto das 23h...

Entre jantar, vermos os aviões a aterrarem e a levantarem o tempo foi passando e não foi grave... Afinal ESTÁVAMOS DE FÉRIAS!!!!

Aconselho a todos a irem um destes dias darem uma voltinha até lá! Sai mais barato que ir ao Algarve e sempre se apanha um clima subtropical, com plantas diferentes e uma paisagem bem diferente da que se está habituado!!



Opinião formada:

  • Os madeirenses têm o sentido de humor de uma porta ondulada... (Ok, eu admito que posso ter tido azar... e que não sejam todos... mas estou a dar a MINHA opinião!)
  • Os empregos devem abundar, lá por aqueles lados, porque já não apanhava empregados tão antipáticos e inoperantes, em lojas, desde que se chegou à feliz conclusão que um cliente feliz volta!
  • O parque natural do Funchal ardeu mesmo cerca de 95%...
  • TODOS os madeirenses são suicidas. Porque ou constroem as casas nas beiras dos precipícios ou debaixo deles, em alguns casos nos leitos dos rios... que com aquelas escarpas monstruosas se chover muito, só pode acontecer o que aconteceu este ano...
  • Os madeirenses gastam mais a construir os pilares de sustentação das casas (muitos com muiiiiiiiiiiiiiitos metros...) do que a fazerem as casas, de 3 pisos, com terraço ao nível da estrada para o carro...!
  • A natureza é das coisinhas mais fantásticas que conheço!
  • Gosto mesmo dos climas tropicais e subtropicais!
  • Os carros na Madeira não chegam a velhos!
  • Para se conseguir comer barato é preciso ir aos lugares mais turísticos (sim, em Porto Moniz, no restaurante Cachalote, aquele que se vê na foto das piscinas foi a ementa mais barata que vi enquanto lá estive e o segundo mais barato foi o restaurante do aeroporto!)
  • Os passeios pelas levadas e veredas valem mesmo a pena serem feitos... (só consegui fazer um, dos 398.867 disponíveis na ilha...)
  • Ter as estradas alindadas com flores não é difícil e fica bonito...
  • Viver numa ilha com 55kms de comprimento e 24kms de largura, para mim seria de uma claustrófobia sem par!!
Mas...




Um dia voltarei!

15 comentários:

Salmantina disse...

Adorei as fotos,essas quedas de agua vistas de perto devem ser o maximo.

Bjinhos

tronxa disse...

são mesmo, salita!!!

que sitios espectaculares a natureza nos reserva!

bjnhsssssssssss

Solita disse...

Ai foste á madeira.
Olha que fixe.
Agora vai mas é trabalhar pá!

hihih!!!!

Jinhos

Nuvem disse...

Adorei as fotos e a descrição
é um dos meus passeios a fazer... um dia destes
mas fico feliz por as férias terem corrido "bem" e por teres mantido esse fantástico sentido de humor
beijocas

Rei da Lã disse...

Boa anda a vida dos capitalistas...

:D

tronxa disse...

nem me digas nada, solita!!!

pensava que tinha deixado o trabalho todo despachado e afinal deixei uma semana atrasada!!! hoje tenho de ir trabalhar!

bjnhsssssssss

tronxa disse...

correram muito bem mesmo, nuvem!

e vai ate lá porque vale a pena!!

bjnhsssssss

tronxa disse...

ah pois anda, reizito!!!

pena tenho é de nao ser um deles, senao teria ido para o indico!!

bjnhsssssssss

Kapikua disse...

Nunca fui às nossas regiões autónomas.

Gostava de ir à Madeira mas, não sei porquê, tenho mais fascínio por conhecer os Açores.

Beijo grande

PS: gostei do capítulo "opinião formada" :)

Goalkeeper disse...

gaija,

afinal também estive no café precipício!!! Aquilo é um bocado assustador!!!

BJNHSSSSSSSSSSSSSSSSS!

tronxa disse...

kapikua, bem que devias ir até lá!!

eu tambem prefiro os açores!! a madeira é um rochedo "plantado" no meio do mar, é bonito e a viagem fica mais barata do que ir ao algarve, por isso eu la fui agora...

ainda não há viagens lowcoast para os açores... logo a viagem fica a cerca de 4,5x mais que a da madeira...

mas os açores têm outro encanto, para quem gosta de estar dentro de agua e para quem gosta de verde... é que escorre agua de tudo o que é canto e muita dela é quente e tem onde possas tomar banho!

as praias nao sao de calhau e o mar tem uma temperatura bastante agradável.

bjnhssssssssss

tronxa disse...

eu nao viveria em 80% das casas madeirenses, goal...

sao todas feitas ou á beira dos precipicios ou por baixo deles...

fonix!!!

mas que a vista é magnifica daquele cafe... É!!!

bjnhsssssssssssssssss miguito

Nina disse...

QUE LINDO!
(as rochas na água maravilharam-me:))

E levas-me contigo?

bji

tronxa disse...

ja fui, nina...

mas quando la voltar, claro que te posso levar!!

a malta gosta é de ir com amigos!!!

bjnhsssssssss

Paulo Gois disse...

Irei voltar concerteza á Madeira! Agora aos Açores ...."nem morto" lá voltarei!

Fui aos açores uma vez e acho aquilo extremamente aborrecido!! é um autêntico tédio!!

Ver plantações de ananases, vacas, lagoas poluídas, fábricas de queijos e "cozinhar" comida debaixo da terra não vale o meu dinheiro!

Os hoteis (que são muito poucos) nada de especial

Para já não falar no atendimento ao nível de turismo! é um autêntico desastre a roçar para a palermice!

Por exemplo (entre tantos outros exemplos) se por acaso você é daquelas pessoas que quando está em férias gosta no fim-do-dia de tomar um duche relaxante no seu hotel, depois vestir-se e ir "procurar" um bom restaurante onde possa ter um excelente jantar e consequente fim-de-dia maravilhoso ...mas está nos açores ...então esqueça!!!! Na realidade encontrar um bom restaurante onde possa ter um excelente jantar com um bom atendimento nos Açores é quase uma miragem. E se por acaso encontra algo minimamente parecido, caso acabe de jantar pelas 21:00 e depois peça um digestivo e ficar a conversar um pouco então prepare-se para enfrentar "as trombas" dos açoreanos (empregados mas mais incrível dos próprios donos do restaurante) e não se admire se fôr convidado a pagar o mais breve possível e saír porque "as pessoas querem fechar o restaurante para ir para casa"!!!

A viagem de avião para os Açores demora muito tempo e as condições meteorológicas lá são simplesmente "desastrosas" (mar arisco, céu nublado, vento e chuva a maior parte do tempo).

Antecipámos todos a viagem de regresso, não lá voltarei nem recomendo ninguém a lá ir!

Devia ter acatado os conselhos dos inúmeros amigos que já tinham tido experiências negativas nos Açores...que na altura tentaram persuadir-me a não perder tempo e dinheiro em lá ir, mas enfim acho que no fundo sempre temos aquela suspeita que cada um tem a sua experiência e que só porque alguèm (ou várias pessoas) haviam tido más experiências isso não significa que o mesmo nos vá acontecer também, mas infelizmente tenho que admitir que neste caso estava errado! Os açores são mesmo "UMA SECA"!