terça-feira, 27 de janeiro de 2009

No alojamento estudantil feminino, a garota troca de roupa. Uma colega a observa e se espanta:
- Ué! O que é isso? Você está com a marca de um "M" na barriga!
- Ah, menina! Nem te conto! Eu transei com um americano, lindo de morrer! Ele estava com a camiseta da universidade dele, lá dos Estados Unidos. E ele me apertou tão forte que a marca ficou na minha barriga!
- E qual era a universidade? De Michigan, Minnesota, Miami?...
- De Washington!




Congresso Mundial das Feministas.

O primeiro depoimento é da representante alemã:
A minha libertação ocorreu no dia em que disse:
"Basta! Nunca mais lavarei louça na vida..."
No primeiro dia, eu não vi nada.
No segundo, apareceram um prato e uns copos limpos.
No terceiro, meu marido tinha lavado toda a louça e eu nunca mais tive de fazer isso!
Aplausos gerais da plateia.
A segunda a dar depoimento é a representante americana:
Para mim, a libertação se deu no dia em que gritei:
"Nunca mais lavarei roupa na vida..."
No primeiro dia, eu não vi nada.
No segundo, apareceram umas meias e cuecas lavadas no box do banheiro.
No terceiro, meu marido tinha lavado toda a roupa e eu nunca mais executei essa tarefa!
O depoimento da americana é aplaudido efusivamente.
Aí chega a vez da representante brasileira apresentar o seu relato:
Comigo a coisa aconteceu assim:
Um belo dia eu fiquei com o saco cheio de tanta exploração e decidi que daquele dia em diante não iria mais lavar louça, nem roupa, nem fazer a faxina, nem arrumar a casa... enfim!
Tinha cansado de ser escrava!...
A comoção é geral na assembleia, a plateia entra em delírio.
A brasileira prossegue com o depoimento, sob ruidosos aplausos:
No primeiro dia, eu não vi nada.
No segundo, também não vi nada...
No terceiro, começou a desinchar e eu já consegui abrir um olho...

A mulher chega em casa e vê o marido correndo pra lá e pra cá com um pano na mão. - O que é isso, querido? Ficou maluco? - Estou matando moscas, meu amor! Já matei cinco: duas machos e três fêmeas. - Ué, e como é que você descobriu qual era macho e qual era fêmea? - Foi fácil, duas estavam na garrafa de cerveja e três no telefone.

10 comentários:

Green Eyes disse...

lolololololololol

adorei a 1ª eheheheh ganda maluca ;)

beijinhos

tronxa disse...

a moça estava a estudar o anus domini do estudante americano, green!!

ehehehe

bjnhsssss

korrosiva disse...

hahahahahahah eu adoreiiiiiiiiiiiii a ultima!!!

O teu feed não anda a actualizar :{
sniffffffffffffffff

beijinhosssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss de bommmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm diaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa pa tu :)))

tronxa disse...

eu tb gostei, miguita!!

e tu nao me feedas com os feeds!!! sei la eu o k isso é!!!!!

feeda-se!!

bjnhssssssssssssssssssssssss
sssssssssssssssssssss de bommmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm diaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa pa tu tumbem!!

korrosiva disse...

Eu traduzo em tronxês corrente:

é a cena que diz quando é que o blog foi actualizado, topas??? ;p

beijinhossssssssssss feedisticUs

tronxa disse...

porra korr...

como pude eu viver 42 anos sem ti!??!?!!??!

BGDAAAAAAAAAAA!!!!

ehehehehe
bjnhssssssssssssssssss agradecidos!!

feeda-se!! ja sei o k é uma foda!!

korrosiva disse...

Sinceramente, não sei!! hahahahhahahahahhahahahahahahah

beijinhossssssssssssssss ;p

GANDALF disse...

Olha eu tambem acho que a do "m" faz o meu genero,hahahahaha,hoje deu-te para a anedota,lol.

beijos bruxa

DANTE disse...

A das moscas é sem dúvida...elementar! ahahahah ;P

mu@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@ tronxita :)

Solita disse...

hahahahah



esmeras-te hoje tronxinha.


bjokas.